em ecommerce

E-commerce que não mantém cliente, perde!

Pensar promoções, hoje em dia, vai muito além agregar vendas com brindes, amostras e descontos. Com o monitoramento, podemos medir os hábitos de seus clientes, que páginas eles visitaram, produtos que acessaram e muito mais.

Abaixo, relato minha recente experiência com um e-mail marketing de um conhecido e-commerce nacional:

Um e-commerce decide mandar, em sua mala direta, uma promoção para aqueles que estão há, pelo menos, um ano sem comprar nada lá: 10% de desconto… mas só para compras acima de 499 reais.

Se o cliente já está ausente há tanto tempo, dificilmente fará uma compra gigantesca do nada (“Ah Zé! vai que compram um notebook?) Ok, mas você vê um link com as regras do benefício (tá ficando complicado) e lê entre as várias linhas:

  1. …só para produtos vendidos e entregues pelo site (ou seja, esqueça o Market Place)
  2. … não é válido para iPhones, Samsung Galaxy S7, Smartphone Lenovo Vibe K5 e Smartphone LG K10 e um monte de outros produtos (404 itens – calma, não precisei contar, está na paginação do rodapé), presentes em um link.
  3. … “e finalizarem uma compra até o dia 31/01/2017”

Esta última linha foi o que quebrou mesmo… recebi o e-mail hoje, dia 17 de fevereiro!

Precisamos de mais foco nas pessoas. Pensar as razões por que alguém abandona, não apenas o carrinho, mas um site por mais de um ano. Gerar estímulos para o retorno, medir ações em cliques de banners, emails, carrinho vazio, lista de desejos etc.

Converter dá trabalho, e muito! Mas é muito mais confiável uma vez planejado e evita desconfortos; vai que o ciente se aborrece pelas limitações dos 10% e abandona, de vez, o site?

#ecommerce