em Marketing Digital

Usuários do Twitter tendem a aceitar melhor as publicidades

Image representing Twitter as depicted in Crun...
Image via CrunchBase
Usuários do Twitter são cerca de duas vezes mais propensos a aceitarem melhor a publicidade do que em outras mídias sociais.
É o que afirma uma pesquisa feita pela Interpret com mais de 9.200 internautas. Cerca de 24% dos entrevistados que usam o microblog admitiram que já clicaram em propagandas, enquanto que apenas 12% de usuários que não postam no Twitter, mas navegam em outras redes sociais, fizeram o mesmo.
Visitas em perfis de empresas e cliques em links patrocinados também tiveram maior porcentagem de usuários do microblog. Foram 20% contra 11%, dos que entravam em sites de anunciantes, e 20% contra 9% dos que clicavam nos links.
Segundo o estudo, a maior aceitação de usuários do Twitter tem algumas explicações. A primeira delas é que as pessoas que postam no microblog não gastam tanto tempo comentando fotos, conversando ou visitando perfis.
Já quem acessa sites como Facebook, MySpace e outras redes sociais não quer ter a experiência de navegação interrompida.
Uma outra explicação se dá pelo fato de o Twitter funcionar como uma espécie de fluxo de informação e não um destino, já que links compartilhados pelo site dominam o conteúdo que é postado.

Usuários do Twitter são cerca de duas vezes mais propensos a aceitarem melhor a publicidade do que em outras mídias sociais.

É o que afirma uma pesquisa feita pela Interpret com mais de 9.200 internautas. Cerca de 24% dos entrevistados que usam o microblog admitiram que já clicaram em propagandas, enquanto que apenas 12% de usuários que não postam no Twitter, mas navegam em outras redes sociais, fizeram o mesmo.

Visitas em perfis de empresas e cliques em links patrocinados também tiveram maior porcentagem de usuários do microblog. Foram 20% contra 11%, dos que entravam em sites de anunciantes, e 20% contra 9% dos que clicavam nos links.

Segundo o estudo, a maior aceitação de usuários do Twitter tem algumas explicações. A primeira delas é que as pessoas que postam no microblog não gastam tanto tempo comentando fotos, conversando ou visitando perfis.

Já quem acessa sites como Facebook, MySpace e outras redes sociais não quer ter a experiência de navegação interrompida.

Uma outra explicação se dá pelo fato de o Twitter funcionar como uma espécie de fluxo de informação e não um destino, já que links compartilhados pelo site dominam o conteúdo que é postado.