em principal

Geração Touch

Jetsons Touch TechnologyCom tantas telas de toque somos a mais nova Geração? Geração Touch?

Desde os tempos de Jetsons com seus aparelhos fantásticos de um futuro incerto, temos sonhado em possuir equipamentos que pudessem interagir facilmente com a interface humana.

Telas com touch já eram uma realidade desde o final do século passado mas ainda eram tecnologias caras e de acesso restritivo. Mas tudo iria mudar com o lançamento de um pequeno aparelho. Assistimos nos últimos anos com a vinda do iPhone de Steve Jobs a popularização das telas sensíveis a toque e de como ela mudou o mercado.

Hoje, cada vez mais aparelhos são lançados pensando em como tornar a experiência de troca com a tecnologia mais dinâmica, simples e interativa. O vídeo abaixo é um ensaio de como será seu dia com um “toque” diferenciado.

Você acha que é tudo exagero ou teremos Touchscreens por toda a parte? Participe nos comentários.

– P.S.: sinceramente, eu não gostaria de escovar os dentes lendo notícias… 😉

Update:

Meu amigo Gabriel Leite comentou no Twitter que temos muitos aparelhos que já nos acompanham como promissoras TVs com acesso a internet, Geladeiras e videogames entre outros. Enquanto refletia percebi que existem dois pontos a se considerar:

Apple Trackpad
Apple Trackpad

O Toque: a necessidade de simplificar as ações sem necessitar de treinamento, programação ou conhecer uma nova linguagem tem movido os crescentes desenvolvimentos para a criação de aparelhos cada vez mais simples e que podem substituir outros pela sua facilidade de implementação (vide o espelho canal de notícias). O que me leva a segunda reflexão:

Usabilidade: Por mais que seja fascinante interagir em seu computador, telefone ou mesmo em casa com as mãos não podemos esquecer que essa é uma tecnologia excludente, uma vez que necessidades tatéis não fazem parte, ainda assim, interfaces como estas podem aproximar outros com problemas motores e dificulades de interação com periféricos como mouse e teclados.

Toda tecnologia pode ser promissora, curar feridas, resolver problemas… ou criar novos. Tenha sempre em mente para o público que projeta o seu design, suas páginas ou produtos.