em principal

Jogo online passa a render mais depois de ficar gratuito

LOTR adota modelo freemiumPelo visto, o modelo freemium agrada aos nerds e ao bolso dos investidores também. Muitas empresas já descobriram soluções para o já batido esquema de mensalidade e que afasta muitos jogadores. É no sistema free play que atraem mais participantes com opções que mais fáceis de arrecadação.

Lord of the Rings Online, um jogo de MMORPG – uma modalidade de RPG no computador – estava sofrendo desde seu lançamento com baixo retorno de suas mensalidades. A solução foi a adoção do modelo freemium onde jogadores não pagam nada para jogar apenas na aquisição de bens e serviços dentro do jogo.

Segundo o Wikipedia:

Freemium é um modelo de negócio que funciona através da oferta de um produto ou serviço básico gratuito (como softwares,serviços web ou outras) enquanto cobra um valor por funções extras, funcionalidade, ou produtos e serviços relacionados.

O jogo que colecionava dores de cabeça a seus criadores, agora, conseguiu um rendimento três vezes maior, superando todas as expectativas. Segundo a mídia especializada, “cerca de 20% dos jogadores já registados voltaram a jogar, quadruplicando o tempo de jogo. A nova forma de renda para sustento do jogo vem das expansões, itens para uso dos personagens, customizações e demais transações em pequena escala.

Fontes: JovemNerd e Eurogamer

— Update!

Realmente o jogo pode se tornar desbalanceado e até desestimular jogadores mais assíduos quanto há aqueles sem tempo mas com capital para investir. Talvez por isso esse modelo pode causar a médio prazo a evasão de usuários.

A necessidade de obtenção de itens sempre existiram. Esquemas de leilão e compras paralelas acompanham o WOW (World of Warcraft) desde o início e talvez tenha influenciado o surgimento dessa modelo econômico para jogos. Resta saber se o modelo de mensalidade está defasada ou se será suplantado pelo Free4Play. Só o tempo dirá.

  • Salsatheone

    Eles usam o mesmo sistema do D&D Online pq é a mesma empresa que organiza. São os chamados Turbine Points. Você paga por esses pontos em vez de pagar uma mensalidade para destravar coisas no jogo. É tosco pq vc tem uma opção de mensalidade que te dá TP mensalmente. Ou seja efetivamente é a mesma coisa. A pessoa pode destravar algumas coisas jogando, mas além de demorar muito pra isso ela não consegue tudo que o jogo pode oferecer.

    Isso torna o jogo totalmente desbalanceado como aconteceu com o Team Fortress 2 da Valve, com o Ragnarok etc. Você tem acesso a itens mais fortes que outros q não estão pagando não tem.

  • Salsatheone

    É lógico que existem empresas mais espertas como a Riot Games que não permitem que você consiga bonus atraves de dinheiro (apenas jogando como todos os outros). Apenas coisas cosmeticas como skins para seus personagens.
    Você pode destravar todos os bonecos jogando, mas eles tem um sistema de rotação semanal que dá acesso aos bonecos mesmo que vc não tenha.

  • Pingback: José Telmo()

  • fora os ganhos que podem surgir através da publicidade.

  • The Best

    Eu ainda acredito que os jogos freewares ou os que você paga pouco para te-los originais rendam mais do que a pirataria consome deles. Não adianta um jogo valer cerca de 180 dolares e ninguém comprar a licença, não ser divulgado e ainda nao ter retorno.
    Um exemplo de jogos pagos que os jogadores podem comprar itens é o Team Fortress 2, um jogo bem legal que a stem sempre está em promoção. Eu mesmo comprei por 7 dolares (10 reais).

  • Pingback: José Telmo()

  • Pingback: Christian Garcia()

  • Pingback: Pablo Augusto()

  • Pingback: Mirna Tonus()

  • Pingback: Roney Belhassof()

  • Pingback: The Best()

  • Pingback: Horácio Corujão()

  • Pingback: Bom é jogar RPG()

  • Pingback: Willy()

  • Pingback: Bruno Eduardo()

  • Pingback: José Telmo()

  • Pingback: _Pedro_bittencourt()